17 de mar de 2008

Caçando Pipas



Não é a toa que esse livro, O Caçador de Pipas tenha vendido tanto e tenha sido considerado um dos melhores do ano passado. Incrível com o autor consegue tratar de temas como medo, traição, culpa, amor e até política sem fazer um novelão, mas de uma forma tão bela. Graças a sua talentosa sensibilidade. Sobre os escombros de guerra, conseguiu o autor achar um refúgio que tocou a alma de todos leitores, que talvez tenham vislumbrado sob seus próprios escombros de lembranças os seus próprios campinhos de soltar pipa. E fico feliz de constatar que essas coisas, de chão mesmo, sejam tão universais, dignas de mais consideração do que tantos seriados que assistimos vida afora, mas que não tem o poder de trabalhar nossas emoções como a realidade nua e crua, onde temos de batalhar pelos desfechos de nossas histórias. É bom relembrar que nascem flores nos escombros e que podemos renascer com elas.
Ler ele me trouxe várias lembranças e alguns marcantes aprendizados. Lembranças de coisas que ocorreram aqui do ladinho e só podiam vir parar aqui nesse blog. Me lembrou da soleira da casa em que eu morava, a soleira que precisava ser transposta pra dar os primeiros passos na descoberta do mundo com os próprios pés. Lembrou dos amigos e também das maldades da gurizada.
É interessante como na infância conseguimos por um longo período fazer com que fantasia e realidade sejam a mesma coisa. Havia a família, havia o colégio, e havia um mundo estranho em algum lugar à nossa volta, que um dia teria de ser desbravado: o mundão afora, um monstro desconhecido. Um desses universos paralelos que em especial esse livro me trouxe de volta foi o campinho de chão de terra. Palco de muitas partidas de futebol e de matação de tempo, era mesmo uma coisa terceiro-mundista bem com a cara do Afeganistão do livro. Uma arena onde vivenciamos tantas aventuras e novas emoções que vão aos poucos nos moldar a ferro e fogo, como as aventuras dos jovens Amir e Hassan do livro.
Com certeza, um de meus livros favoritos.
(Mudando de saco pra mala: sabia que o esporte de soltar pipas é o segundo em populariedade no Brasil, só perdendo pro futebol? Ainda bem que os marketeiros perderam essa...ponto pra vida real.)

2 comentários:

MP3 e MP4 disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the MP3 e MP4, I hope you enjoy. The address is http://mp3-mp4-brasil.blogspot.com. A hug.

Anônimo disse...

Cr�nica formid�vel...vc escreve muito bem Sr Marcos. Voltarei.